Notícias/Artigos

Blog

23 de março de 2021 Sem categoria por dratatigabbi Sem Comentários

3 problemas no couro cabeludo que fazem o paciente buscar o médico

Muitos pacientes procuram o consultório diariamente com queixas capilares! Nesse post do meu Instagram, falei sobre os 4 problemas no couro cabeludo e hoje vou destrinchar um pouquinho mais com você. Vamos lá?

Quando ensino os alunos da faculdade, explico que o principal diferencial é entender se o que incomoda o nosso paciente é: queda de cabelos ou áreas sem fios na cabeça!

Isso já nos mostra dois caminhos a seguir com os problemas no couro cabeludo, que vão dizer qual é o real problema do paciente juntamente com o exame do couro cabeludo e dos fios, complementado com o uso do dermatoscopio!

O dermatoscopio é um aparelho que possui uma luz e uma lente de aumento e nos permite enxergar estruturas do couro cabeludo e dos fios com maior detalhamento. Ele deve ser usado por um profissional.

Hoje, vamos falar sobre os 3 problemas no couro cabeludo mais comuns.

 

3 problemas no couro cabeludo mais comuns

1 – Queda de cabelo

A partir de uma queixa comum de queda de cabelos, o dermatologista pode fazer um diagnóstico de:

 

Eflúvio

Uma queda que acontece por diversas causas, mas que basicamente altera o ciclo dos cabelos, fazendo com que eles caiam de forma significativa.

Alguns casos podem sim se beneficiar de suplementos, desde que sejam específicos para o problema daquele paciente em especial!

 

Alopecia androgenética

Calvície masculina ou feminina que tem, em geral, influência genética e ambiental e precisa ser tratada precoce e continuamente.

 

Doenças cicatriciais do couro

Quanto mais cedo fizermos o diagnóstico e o tratamento, melhor será a evolução da doença!

 

2 – Cabelo fino com aumento da risca ou entradas

Os cabelos finos podem ser causados por hábitos de vida, genética ou ambos. Uma das causas pode ser a alteração dos níveis de hormônios durante a menopausa.

Os níveis de estrogênio e progesterona caem, o que significa que os efeitos dos andrógenos, os hormônios masculinos, aumentam.

Outros fatores, como estresse, dieta e hereditariedade, podem contribuir para a queda de cabelo. Algumas das suas atitudes que podem estar contribuindo para os fios finos podem ser:

  • Tratar demais o cabelo (colorações, permanentes, relaxantes etc)
  • Usar produtos agressivos nos cabelos (géis de fixação ou sprays)
  • Usar o cabelo preso com muita frequência e com muita força
  • Não ingerir minerais o suficiente na sua dieta
  • Estresse fora do comum

O primeiro passo para lidar com o cabelo ralo é determinar o que está acontecendo dentro de seu corpo que está fazendo com que esses fios extras grudem em seus ombros e na escova.

Alguma queda de cabelo é normal e faz parte do seu ciclo capilar. Mesmo assim, é sempre bom contar com um médico dermatologista da sua confiança para te ajudar a tratar da forma correta.

 

3 – Áreas sem cabelo no couro

Um dos problemas no couro cabeludo, as placas na testa ou na barba são comumente causadas por uma condição médica chamada alopecia areata.

Também é comumente chamada de calvície localizada e acredita-se que seja uma doença auto-imune que faz com que o sistema imunológico do corpo confunda os folículos capilares com invasores estranhos e, então, os ataque como tais.

A alopecia areata pode ocorrer em qualquer parte da cabeça, corpo ou membros. Muitas vezes se apresenta repentinamente como pequenas placas carecas no couro cabeludo.

Cada ponto / placa é normalmente do tamanho de ¼ do cabelo ou menor. Isso prejudica a estética e pode causar muito estresse psicológico.

Como outras doenças autoimunes, não existe uma causa única conhecida para a alopecia areata. Também não há cura conhecida para esse tipo de perda de cabelo irregular. No entanto, alguns fatores de risco aumentam sua probabilidade, incluindo:

– Histórico familiar de queda de cabelo ou cabelos fracos

– Doença de tireoide

– Outra doença auto-imune.

Algumas pessoas crescem novamente e não apresentam mais episódios de alopecia areata. No entanto, outros continuam a desenvolver placas calvas sem nenhum crescimento de cabelo por muitos anos. Para saber se é o seu caso, o ideal é consultar um dermatologista.

 

E então, você também está com algum desses problemas no couro cabeludo?

Além desses 3 motivos que eu destrinchei aqui, também informei no conteúdo do Instagram sobre um 4º problema principal que faz com que alguém procure um médico especialista em cabelos: aumento da testa e perda das sobrancelhas.

Quero ressaltar que as placas carecas nas sobrancelhas podem resultar de várias causas, como a própria alopecia areata ou:

– Infecção bacteriana, fúngica ou parasitária

– Flutuações do equilíbrio hormonal

– Certas doenças de pele

– Deficiência nutricional

– Trauma físico

– Estresse crônico

– Além de outros causadores de problemas no couro cabeludo.

É importante ressaltar que não há como descobrir o seu caso apenas lendo informações na internet. É preciso consultar um profissional de confiança para que ele faça a avaliação de forma correta.

 

Bom, espero ter ajudado! Se gostou, curta e compartilhe com pessoas que você acha que irão gostar desse conteúdo.

Tem alguma dúvida sobre o assunto? Deixa um comentário que eu te respondo!

 

P.S.: Se você ainda não tem um médico de confiança especialista em cabelos e quer marcar uma consulta, basta clicar aqui.

 

Publicado por Dra. Tatiana Gabbi

Gostou ? Compartilhe!

Sem Comentários

Deixe um Comentário