Notícias/Artigos

Blog

Já fiz um post aqui falando sobre dúvidas em cirurgia da unha. Mas, no post de hoje, eu quero discutir um pouco sobre quais cirurgias podem ser feitas e também por que é necessário!

A cirurgia da unha mais frequentemente realizada é sem dúvida a da unha encravada. E eu também já falei sobre isso aqui.

A onicocriptose (unha encravada) acontece quando uma das pontas da sua unha penetra na pele que está em volta. O encravamento acaba acarretando inflamação e vermelhidão na pele em volta das unhas e dor de intensidade variável.

A cirurgia não é o único tratamento possível e tem muita coisa que você pode fazer para não agravar a situação. Saiba mais aqui.

 

Outras cirurgias ungueais cirurgia das unhas

Algumas das cirurgias ungueais mais conhecidas são: matricectomia e cantoplastia. Essas e outras cirurgias das unhas são indicadas para:
● Aliviar a dor das unhas encravadas;
● Fazer biópsia para diagnosticar e tratar doenças na unha;
● Tratar hipertrofias de dobras laterais e anterior por causa dos processos inflamatórios de longa data;
● Remover tumores.

Dependendo do seu problema e de como ele se apresenta, existe um tratamento indicado. Mas lembre-se de que é importante sempre conversar com um profissional sobre o seu problema, já que ele é quem saberá te indicar o correto.

P.S.: Você pode se certificar de que ele é um profissional, procurando pelo registro na SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia).

Mas para que você já conheça alguns dos procedimentos mais usados, resolvi passar uma explicação rápida por aqui. Confira!

 

Os procedimentos mais usados na cirurgia da unha

-> Fenolização: essa técnica pouco invasiva consiste em aplicar um ácido (fenol 88%) para destruir a porção encravada da unha e fazer a remodelação. Já falei sobre isso aqui.

-> Cantoplastia: é quando se tira, cirurgicamente, a hiperplasia, que várias vezes acaba se dobrando sobre os cantos das unhas (causando inflamações e sangramentos).
Em geral, é uma cirurgia que recebe pontos e que tem um pós operatório mais doloroso. Eu prefiro evitar esse procedimento e, se for possível, fazer a fenolização porque a recuperação é mais lenta! Mas muitas vezes a dobra está muito aumentada e não temos escolha!

-> Matricectomia: retira-se uma parte da matriz (fábrica da unha), adequando a unha ao leito. É importante fazer no caso de tumores que nascem na matriz, como as melanoníquias estriadas e os onicomatricomas.

-> Onicoplastia: junta todas as técnicas anteriores e é a mais realizada, já que muitas pessoas só procuram tratamento quando já tem anos de inflamação e que já apresentam alterações da anatomia do dedo. É feito uma plástica ungueal, tentando recuperar função e aparência.

 

E então, tem alguma dúvida sobre o assunto? Fala comigo no Facebook ou Instagram e vamos conversar sobre tumor na unha. Te espero no próximo artigo!

LEIA MAIS

O tumor glômico é um tumor benigno que dói bastante. Eu já falei dele em uma entrevista que fiz para o R7 e repliquei aqui.

Nesse artigo, eu vou focar um pouco mais nesse tipo de lesão e explicar como é a cirurgia e porque precisamos fazer, já que se trata de um tumor benigno.

A aparência do tumor glômico é de uma lesão azulada, arroxeada ou avermelhada na unha com ou sem destruição da lâmina.

Tudo isso acontece porque uma estrutura que existe na ponta do dedo se prolifera e cresce. Essa estrutura regula a passagem do sangue nas extremidades do corpo e contrai no frio, para manter o sangue mais central.

É por esse motivo que esse tipo de lesão dói…

Essa contração ocorre de forma indolor, quando a estrutura está normal, mas quando ela se prolifera podemos sentir uma dor muito aguda. Se ela atingir a matriz ou fábrica da unha, teremos o comprometimento da unha que ficará quebrada.


O que fazer nesses casos?

A primeira providência que precisamos tomar ao suspeitar desse tipo de alteração é solicitar exames para que possamos entender que tipo de lesão existe, o tamanho dela e a localização exata.

Sabendo isso, o procedimento se torna muito mais simples, porque é possível retirar apenas a parte que ficou proliferada, preservando a matriz e o leito, com resultados estéticos muito bons!

Muitas vezes, o próprio tumor glômico já pode ter causado uma destruição permanente na fábrica da unha. Nesses casos, o resultado estético não será tão bom, mas a cirurgia é muito bem vinda porque resolve a dor, que pode ser incapacitante.

Procure um médico especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e que esteja familiarizado com esse tipo de procedimento!

Quer tirar alguma dúvida do assunto? Deixe um comentário e vou te auxiliar!

LEIA MAIS

A exostose subungueal é um tumor ósseo benigno. Um pedacinho de osso cresce com o passar do tempo e vai empurrando o leito da unha até aparecer embaixo da lâmina como uma massa dura que pode crescer e ulcerar.

Muita gente confunde com micose, verruga, trauma…

É comum as pessoas demorarem a procurar o médico. Alguns nunca chegam a procurar.

Mas essa é uma lesão dolorosa da unha porque o osso empurra e machuca, principalmente ao calçar os sapatos. Para o correto diagnóstico é muito importante fazer um exame de imagem, geralmente a radiografia ou raio-x. Na imagem, a gente consegue ver o osso crescendo e entender o que está acontecendo.

O tratamento é cirúrgico: precisamos remover esse osso que cresceu desde a base. A recuperação é rápida e a dor do período pós operatório é bastante suportável com o uso de analgésicos.

 

 

E aí, o que achou do post? Você já passou por isso ou conhece alguém que tem exostose subungueal? Comente aqui embaixo!

Ah, não esqueça de me seguir no Instagram para mais conteúdos importantes sobre hidratação para unhas fracas, pele e cabelos.

LEIA MAIS

A Medicina do Esporte e a Nutrologia são duas especialidades que se complementam. A arte de orientar um exercício para um atleta amador ou profissional, ou simplesmente criar uma oportunidade para quem quer iniciar suas atividades físicas, ou melhorar seu corpo, passa por um profundo conhecimento de informações técnicas e científicas nos segmentos de atividade física, composição corporal, alimentação e suplementação, que a maior parte dos profissionais não tem.

Diante dessa demanda, dois professores da área médica, referência dentro das suas especialidades, Daniel Kopiler – Medicina do Esporte, e Guilherme Giorelli – Nutrologia, resolveram reunir seus conhecimentos, e criar o “Simpósio Brasileiro de Nutrologia no Exercício e no Esporte – NUEEX” em 2018. O Simpósio foi um enorme sucesso que resolveram fazer a segunda edição.

O II Simpósio Brasileiro de Nutrologia no Exercício e no Esporte – NUEEX 2019 reuniu personalidades de todo o Brasil, com vasta experiência na área, que apresentarão o que há de mais moderno dentro da sua especialidade.

O NUEEX 2019 foi realizado no período de 8 a 9 de novembro de 2019, no JW Marriott Hotel, Rio de Janeiro, RJ.

Coordenei essa mesa de Nutrologia e Dermatologia, foi muito interessante e elogiadíssimo esse painel!

Espero que mais e mais médicos dermatologistas se conscientizem da importância dos aspectos nutrológicos da pele! Para os que já sabem e querem aprender mais, nos vemos no Nutronaderma!

 

LEIA MAIS

Foi um prazer falar sobre Anatomia da Unha na pós graduação de cirurgia oncológica para dermatologistas do Hospital Albert Einstein hoje pela manhã! Foi um prazer contribuir! Amei palestrar! Obrigada pelo convite!

Sobre a anatomia da Unha:

O nome técnico da unha é aparelho ungueal. Ele é formado por:
– Lâmina ungueal (a unha propriamente dita);
– Leito ungueal, pele que fica logo abaixo da lâmina;
– Matriz ou fábrica da unha;
– Tecidos periungueais.

Localiza-se na ponta dos dedos das mãos e dos pés e sua principal função é proteger a região de traumas e choques. Também tem a missão de defesa e serve para apreender objetos, tem importância ornamental e o seu aspecto pode até mesmo revelar doenças sistêmicas.

A cutícula é uma estrutura de pele mais grossa que margeia toda a parte aderida da lâmina ungueal. Ela forma uma espécie de selo e não deve ser removida. Sua função principal é justamente a de impedir a entrada de substâncias e micro-organismos que possam penetrar e atingir a matriz ungueal.

LEIA MAIS

Olá, como você está? Vamos conversar sobre unhas fracas e quebradiças?

Um dos pontos característicos de uma mulher é a unha. Afinal, quem não gosta de estar sempre linda e com as unhas incríveis para compor o look?

Mas, infelizmente, muitas mulheres sofrem com unhas fracas e quebradiças.

Pior ainda: muitas delas acabam colocando unhas postiças ou fazendo outros procedimentos que podem atacar ainda mais as unhas.

Para diminuir os danos para as unhas fracas e fazer com que elas cresçam mais fortes, belas e saudáveis, existem algumas dicas de o que você deve ou não pode fazer de maneira alguma nas unhas.

3 dicas básicas para unhas fracas

1 – Use creme hidratante para suas mãos e unhas

Sempre que retirar o esmalte, hidrate as unhas com um creme específico. Isso é importante para diminuir a agressão dos produtos que existem nos esmaltes (sim, eles agridem suas unhas).

2 – Fortaleça as unhas com bases e óleos próprios

Uma das dicas para unhas fracas e quebradiças é usar óleos específicos e bases fortalecedoras. Eles podem nutrir as suas unhas.

Mas tome cuidado: repare muito bem na fórmula desses óleos e bases, preferindo os que têm minerais, cálcio e vitaminas (como a B5, por exemplo).

3 – Use o removedor de esmaltes em vez da acetona

Gente, vamos combinar uma coisa: se você tem unhas fracas, não use acetona porque é uma química agressiva e piora a situação da sua unha frágil.

O removedor tem a composição certa para tirar os esmaltes sem agredir suas unhas frágeis e ainda pode te ajudar a hidratá-las.

Outras 6 dicas para unhas fracas

Além do que já falamos aqui para quem tem unhas fracas e quebradiças, também existem outros pontos super importantes para te ajudar nessa missão.

 

O vídeo ali em cima fala mais desses pontos e eu te explico em detalhes sobre cada um. Mas aqui vai um resumo do que você vai encontrar por lá:

1 – Hidrate as cutículas em vez de removê-las.

2 – Quem faz algum trabalho manual, precisa ter as unhas curtas; prefira o corte reto e com leve arredondamento nos cantos.

3 – Ao limpar as unhas, não use a espátula para que elas não descolem; prefira as escovinhas próprias para isso.

4 – Caso tenha colocado unhas postiças e suas unhas tenham ficado verdes, faça um tratamento porque essa coloração acontece por conta de uma bactéria.

5 – Caso você tenha contato com produtos químicos, use luvas de pano por baixo e borracha por cima.

6 – Tome cuidado com as diferenças de PH dos produtos (variando de um ácido para um básico, por exemplo), porque isso pode acabar com a queratina da sua unha.

Isso é tudo por hoje! Quer mais informações para ficar sempre linda e arrasando por aí? Continue me acompanhando aqui no blog e nas redes sociais.

LEIA MAIS

Em Gramado, participei do IV Simpósio Internacional de Cabelos e Unhas, e dividi o meu conhecimento sobre a Cirurgia da Unha com os meus colegas.

Tive a oportunidade de apresentar a minha experiência com cirurgia da unha para os meus colegas dermatologistas. Falei sobre os tumores BENIGNOS do aparelho ungueal

O evento foi muito proveitoso e foi uma honra e uma alegria palestrar junto com colegas renomados, como os doutores Nilton di Chiacchio e Nilton Gioia. Agradeço o convite mais uma vez para participar de ambos os eventos!

E então, tem alguma dúvida sobre o assunto? Fala comigo no Facebook ou Instagram e vamos conversar sobre tumor na unha. Te espero no próximo artigo!

LEIA MAIS

É comum ver o Sol brilhar o tempo inteiro no nosso país tropical e é esse clima que faz com que as praias lotem no verão. Mas você já parou para pensar em como se proteger do Sol?

E não estou falando só de quando vai à praia, mas também nos momentos em que precisa sair para resolver alguma situação ou fazer qualquer outra atividade.

Sempre que você sai, você se expõe ao Sol e isso é ruim para a sua pele; por isso a proteção diária é importantíssima!

O horário correto para pegar sol é antes das 10h e após as 16h, mas a gente sabe que o tempo quente é um estímulo extra para as atividades ao ar livre.

Porém, isso demanda cuidado extra com queimaduras, desidratação, câncer de pele e outros problemas.

Para aproveitar o clima sem colocar a saúde em risco, criei uma listinha com 8 dicas para se proteger do Sol. Confira!


8 dicas para se proteger do Sol

1 – Aplique o protetor solar antes de sair de casa. O corpo leva pelo menos 30 minutos para absorver o produto;

2 – Aposte em filtros solares com alto FPS, principalmente para as crianças;

3 – Reaplique o filtro solar toda vez que entrar na água ou quando suar demais. O ideal também é utilizar novamente o produto dentro de 2 ou 3 horas;

4 – Use chapéus, bonés e óculos de sol, que ajudam a evitar catarata e outras lesões nos olhos;

5 – Bebês e crianças podem usar roupas de proteção solar. Filtros solares só a partir dos 6 meses;

6 – Na praia, procure usar guarda-sóis e se abrigar na sombra;

7 – Aumente a ingestão de líquidos;

8 – Aplique um bom hidratante para manter a quantidade de água na pele.

 

Importância de se proteger do sol

A radiação ultravioleta pode atingir uma camada superficial da sua pele (a epiderme), mas a radiação infravermelha e a luz visível atingem sua derme.

Isso interfere no seu colágeno – proteína que dá firmeza para a sua pele – e faz com que você sofra com o envelhecimento antes da hora.

Um outro ponto é que a luz visível pode piorar ou até desencadear várias doenças na pele, como melasma (manchas), alergias e urticária.

Antes das 10h ou depois das 17h, você pode pegar aquele solzinho para formar a vitamina D e também aproveitar os outros benefícios que o Sol traz para o corpo.

Mas entre esses horários, os raios solares podem prejudicar muito a sua pele – não só o rosto, como também o corpo.

Por isso, use o protetor solar todos os dias e aproveite essas dicas de como se proteger do Sol para ter uma pele saudável, jovem e iluminada.

Tem alguma dúvida? Deixe um comentário que eu te ajudo!

P.S.: Leia também este artigo sobre melanoma e saiba mais sobre esse câncer de pele.

E se você gosta de conteúdos como esse, me siga também no Instagram, onde sempre posto dicas interessantes!

Um beijo e até a próxima!

 

Publicado por Dra. Tatiana Gabbi

LEIA MAIS

No dia 26/10, palestrei em Belo Horizonte sobre a cirurgia da unha. O tema da minha aula era “Cirurgia Ungueal: como minimizar cicatrizes”.

Durante a palestra, enfatizei o fato de que várias doenças das unhas causam alterações do aspecto e que, muitas vezes, a cirurgia devolve o formato normal.

Em alguns outros casos, a cirurgia preserva o aspecto habitual das unhas e somente na minoria das vezes ocorrem sequelas e elas, em geral, são discretas.

Cirurgia do aparelho ungueal: como minimizar cicatrizes?

Este foi o tema da minha palestra na Quarta Reunião Científica da SBD MG 2019/2020. A programação reuniu renomados palestrantes em diferentes áreas de Minas Gerais e do Brasil. Foi uma programação científica imperdível e amei participar!

Se você não foi nesse ano e perdeu a palestra sobre cirurgia de unhas e como minimizar as cicatrizes, pode fazer duas coisas:

1. Sempre me acompanhar aqui no blog com informações importantes sobre unhas e cabelos.

2. Ir ao próximo evento da SBD em seu Estado.

E aí, quando vamos nos ver? Para ter um contato mais direto comigo, pode me acompanhar nas redes sociais.

LEIA MAIS