Notícias/Artigos

Blog

26 de novembro de 2019 unhas por dratatigabbi Sem Comentários

Cirurgia da unha

Já fiz um post aqui falando sobre dúvidas em cirurgia da unha. Mas, no post de hoje, eu quero discutir um pouco sobre quais cirurgias podem ser feitas e também por que é necessário!

A cirurgia mais frequentemente realizada é sem dúvida a da unha encravada. E eu também já falei sobre isso aqui.

A onicocriptose (unha encravada) acontece quando uma das pontas da sua unha penetra na pele que está em volta. O encravamento acaba acarretando inflamação e vermelhidão na pele em volta das unhas e dor de intensidade variável.

A cirurgia não é o único tratamento possível e tem muita coisa que você pode fazer para não agravar a situação. Saiba mais aqui.

 

Outras cirurgias ungueais

Algumas das cirurgias ungueais mais conhecidas são: matricectomia e cantoplastia. Essas e outras cirurgias das unhas são indicadas para:
● Aliviar a dor das unhas encravadas;
● Fazer biópsia para diagnosticar e tratar doenças na unha;
● Tratar hipertrofias de dobras laterais e anterior por causa dos processos inflamatórios de longa data;
● Remover tumores.

Dependendo do seu problema e de como ele se apresenta, existe um tratamento indicado. Mas lembre-se de que é importante sempre conversar com um profissional sobre o seu problema, já que ele é quem saberá te indicar o correto.

P.S.: Você pode se certificar de que ele é um profissional, procurando pelo registro na SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia).

Mas para que você já conheça alguns dos procedimentos mais usados, resolvi passar uma explicação rápida por aqui. Confira!

 

Os procedimentos mais usados

-> Fenolização: essa técnica pouco invasiva consiste em aplicar um ácido (fenol 88%) para destruir a porção encravada da unha e fazer a remodelação. Já falei sobre isso aqui.

-> Cantoplastia: é quando se tira, cirurgicamente, a hiperplasia, que várias vezes acaba se dobrando sobre os cantos das unhas (causando inflamações e sangramentos).
Em geral, é uma cirurgia que recebe pontos e que tem um pós operatório mais doloroso. Eu prefiro evitar esse procedimento e, se for possível, fazer a fenolização porque a recuperação é mais lenta! Mas muitas vezes a dobra está muito aumentada e não temos escolha!

-> Matricectomia: retira-se uma parte da matriz (fábrica da unha), adequando a unha ao leito. É importante fazer no caso de tumores que nascem na matriz, como as melanoníquias estriadas e os onicomatricomas.

-> Onicoplastia: junta todas as técnicas anteriores e é a mais realizada, já que muitas pessoas só procuram tratamento quando já tem anos de inflamação e que já apresentam alterações da anatomia do dedo. É feito uma plástica ungueal, tentando recuperar função e aparência.

E então, tem alguma dúvida sobre o assunto? Fala comigo no Facebook ou Instagram e vamos conversar sobre tumor na unha. Te espero no próximo artigo!

Gostou ? Compartilhe!

Sem Comentários

Deixe um Comentário