Notícias/Artigos

Blog

Como a vida moderna afeta a sua pele?

Você sabia que:

• 96% da população de São Paulo vive em áreas urbanas (de acordo com o censo de 2010)?
• A Organização Mundial de Saúde estimou recentemente que mais de 90% da população urbana mundial vive com níveis de poluentes acima do que é considerado seguro?
• A exposição solar, reconhecido fator de risco para o envelhecimento da pele e do surgimento do câncer cutâneo, pode ter seus efeitos negativos exacerbados pela presença da poluição, tabagismo, estresse, falta de sono, temperatura e má nutrição?

Fatores ambientais podem contribuir para alterações na barreira cutânea, levando a uma exacerbação de certas condições da pele e ao envelhecimento precoce!

 

Mas o que é a barreira cutânea?

As glândulas sebáceas estão presentes na pele e produzem um óleo que, juntamente com a queratina (proteína que impermeabiliza a nossa pele), forma uma barreira contra a perda de água e a entrada de substâncias nocivas na pele.

Quando tomamos banho com água muito quente, bucha e sabões muito agressivos, nós removemos essa camada protetora!

É por isso que o dermatologista sempre aconselha banhos rápidos e com a temperatura mais baixa.

As alterações dessa barreira estão associadas com o surgimento de algumas doenças de pele e também com o envelhecimento cutâneo!

Vamos falar de cada um dos fatores ambientais e como eles podem influenciar no envelhecimento da pele.

 

Hoje discutiremos a poluição.

São vários os poluentes presentes na atmosfera dos grandes centros urbanos. Como exemplo podemos citar:

• Ozônio;
• Material particulado;
• Óxido de nitrogênio e de enxofre;
• Chumbo;
• Monóxido de carbono.

Todas essas substâncias atuam separadamente e em conjunto na pele lesada e sã.

O ozônio, por exemplo, ocorre quando a fumaça dos automóveis se transforma, pela presença dos raios do sol, em radicais livres que agridem as proteínas e as gorduras presentes nas membranas celulares e na barreira da pele!

Isso, combinado ao material particulado em suspensão no ar, leva a uma série de alterações na nossa pele, entre elas:

• Envelhecimento;
• Aumento da pigmentação;
• Perda da hidratação da pele;
• Inflamação.

 

Qual a solução?

• Limpeza adequada da pele;
• Uso de produtos que protejam a pele desses poluentes;
• Uso de antioxidantes para combater radicais livres que estão por aí.

Consulte sempre um dermatologista!

Espero que tenham gostado. Nos próximos posts falaremos de outros elementos ambientais que agridem a nossa pele!

Fique ligado!

Gostou ? Compartilhe!

Sem Comentários

Deixe um Comentário