Notícias/Artigos

Blog

14 de abril de 2021 Cabelos por dratatigabbi Sem Comentários

Dieta cetogênica, biotina e queda capilar

Muito se fala sobre a relação entre a dieta, principalmente as mais restritivas, e queda de cabelo e até entre dermatologistas o assunto é controverso. Será que o que comemos influencia na saúde dos nossos cabelos?

E a resposta é sim, claro. Já existem muitos estudos que corroboram essa afirmação: uma dieta com redução na ingestão de proteínas e/ou calorias tem impacto negativo sobre a saúde dos cabelos.

Pessoas com restrições alimentares ou que possuem deficiência de minerais, ácidos graxos essenciais e/ou vitaminas podem desenvolver alterações da estrutura dos fios, com mudança de coloração e brilho dos cabelos, assim como queda de cabelo.

Hoje vamos falar sobre uma dessas dietas, sua relação com a queda capilar e com a biotina: a dieta cetogênica.

Vou comentar sobre um artigo de 2013 que me mandaram nas minhas redes sociais e pediram que eu falasse sobre. O artigo em questão fala sobre como a dieta cetogênica em camundongos pode exacerbar uma deficiência de biotina pré-existente,  e os autores discutem se isso seria por aumento do metabolismo.

Então, a dieta cetogênica realmente piora a deficiência de biotina? Isso acontece devido ao metabolismo? São perguntas que irei responder ao longo deste post!

Eu sou a Dra. Tatiana Gabbi, médica dermatologista, e para entender mais sobre esse assunto, é só continuar lendo!

Vamos lá?

 

O que é a biotina?

Antes de qualquer coisa, vamos definir o que é biotina para que você consiga acompanhar esse post com mais facilidade.

A biotina é da família da vitamina B que tem papel no aproveitamento da energia celular. As células que se dividem rapidamente e precisam de energia se beneficiam.

Tem estudos que mostram benefícios diante de doenças muito específicas nas unhas e no cabelo, mas não tem um mostrando que uma pessoa saudável é beneficiada.

 

A dieta cetogênica

A dieta cetogênica, como vocês sabem, é uma dieta que é rica em gorduras e proteínas.

Essa dieta havia sido proposta para tratar pessoas com epilepsia de difícil controle, mas também é uma dieta que serve para emagrecer.

Muitas pessoas acabam fazendo esse tipo de dieta com esse objetivo de emagrecimento e assim já começaram a verificar algumas coisas não muito interessantes da dieta, como a deficiência de biotina, que ocasiona dermatite, perda dos cabelos e unhas enfraquecidas.

Vamos verificar então esse estudo de 2013 e entendê-lo:

 

O estudo da dieta cetogênica e a sua relação com a biotina

Nesse estudo, eles provaram que os camundongos que estavam sob dieta cetogênica tiveram uma diminuição da biotina disponível, então os camundongos que eram deficientes em biotina pioraram essa deficiência. Então, eles chegaram à conclusão de que isso acontecia por conta do metabolismo que se alterava.

Mas existem algumas explicações pra isso.

 

1- Estudos recentes demonstram como a dieta cetogênica altera a microbiota

O motivo desse estudo ter sido feito é que primeiro eles observaram que as crianças no Japão que tinham epilepsia e estavam em dietas cetogênicas por conta de usarem uma dieta, uma fórmula cetogênica, que não tinha suplementação de biotina, elas ficaram com deficiência de biotina e acabaram desenvolvendo os efeitos colaterais disso, como dermatite e perda dos cabelos. Então existe realmente isso relatado aqui.

Mas esse estudo é de 2013, e recentemente já foi mostrado que a dieta cetogênica altera totalmente a microbiota.

A microbiota intestinal é responsável pela produção do complexo B, então, a biotina é produzida por essas bactérias intestinais.

Se a gente mudar a microbiota por conta de uma dieta que não vai favorecer essa microbiota obviamente a gente corre o risco de ficar deficiente desta vitamina.

No entanto, aqui no Brasil, não teríamos esse problema devido ao fato de que no nosso país, tudo que é de origem dietética, tem por norma a inclusão de biotina em sua fórmula, diferente do que ocorre no Japão, e é por isso que essa deficiência acaba acontecendo por lá.

O que foi visto no estudo referido sobre a dieta cetogênica, foi o aumento do fígado gorduroso não alcoólico, ou seja, uma esteatose associada com essa dieta.

Além disso, já foi observado que a dieta cetogênica promove uma  alteração da microbiota que é muito importante.

 

2- Dietas altas em gordura podem afetar o metabolismo do ácido pantotênico

Outra coisa que é necessário pontuar é que uma dieta alta em gordura pode afetar o metabolismo do ácido pantotênico, que é a vitamina B5. Isto acontece em ratos mas poderia acontecer também em humanos.

Esse é outro ponto para o dermatologista ficar atento ao observar queda de cabelo em pacientes que estão em uma dieta restritiva como a cetogênica: a deficiência de vitamina B.

 

Suplementação de biotina é indicado para quem está em dieta cetogênica?

Concluindo, hoje já sabemos sobre a influência da microbiota na produção da biotina e também da alteração da microbiota produzida por esse tipo de dieta.

No entanto, é preciso se consultar com um médico dermatologista caso você apresente sintomas como queda de cabelo e unhas enfraquecidas e esteja em uma dieta restritiva, para que possa ser averiguado se isso é proveniente de uma deficiência de biotina, e se sim qual é sua origem, que não se restringe a dieta cetogênica.

Pacientes que apresentam dermatite seborreica e queda de cabelos, vale a pena perguntarmos sobre tudo que pode causar deficiência relativa de biotina! E a dieta cetogênica pode entrar no rol!

E nesses casos todos, valeria a pena fazer um tratamento de prova com suplementação de biotina para ver como o paciente evolui.

 

Outros motivos que levam a deficiência de biotina são:

– Tabagismo

– Uso de anticonvulsivantes

– Consumo de muitas claras de ovos cruas

– Uso prolongado de antibióticos

– Entre outros

Por isso é sempre recomendado consultar-se com um médico dermatologista!

 

Ainda tem dúvidas?

Você pode comentar aqui nesse post que respondo!

E para saber mais de assuntos ligados ao mundo da dermatologia e nutrologia, fique atento no blog ou me siga lá no Instagram, onde posto muito conteúdo como esse!

Um beijo e até a próxima!

 

Publicado por Dra. Tatiana Gabbi

 

Gostou ? Compartilhe!

Sem Comentários

Deixe um Comentário