Notícias/Artigos

Blog

7 de julho de 2021 Cabelos por dratatigabbi Sem Comentários

Melatonina serve para a queda de cabelo?

Olá a todos! Eu sou a Dra. Tatiana Gabbi, médica dermatologista, e o assunto que quero tratar aqui hoje é sobre a melatonina: para que serve, quais suas aplicações e o seu uso no cabelo.

Sim, a conhecida melatonina pode sim ser utilizada contra a queda de cabelo, e nesse caso, a aplicação é tópica, ou seja, ela é utilizada direto no couro cabeludo.

Então, se você sofre com a queda de cabelos, pode encontrar nessa substância uma aliada.

Continue lendo para saber mais!

 

O que é a melatonina?

A melatonina é um hormônio que é produzido de forma natural pelo nosso organismo, na glândula pineal.

A principal função desse hormônio está ligado à regulação do ciclo circadiano, que é o mecanismo do corpo humano que promove a regulação entre o dia e a noite, compreendendo um período de 24 horas, e regendo nossos processos fisiológicos como sentir fome, acordar, ficar com sono, estar ativo, etc.

Como a glândula pineal só fica ativa quando não há estímulos luminosos, a produção de melatonina só ocorre durante o período noturno, induzindo ao sono, e é esse o motivo pelo qual devemos evitar luzes e outros estímulos.

Além dessa importante função, esse hormônio também  promove o bom funcionamento do organismo, funciona como antioxidante e é aliado no combate à queda capilar e outras doenças do couro cabeludo.

Apesar de ser produzida pelo nosso organismo, a melatonina também pode ser encontrada na forma de suplemento. E é isso que veremos a seguir.

 

Para que serve a melatonina comercializada?

A versão comercial dessa substância tem duas apresentações: oral e tópica, e a indicação depende do objetivo de uso. Seus usos incluem:

– Reposição devido a diminuição da produção desse hormônio conforme a idade

– Deficiência desse hormônio

– Regulação do sono

– Jet lag

– Antioxidante

– Contra a queda de cabelo

 

A melatonina contra a queda de cabelo

A melatonina é um potente antioxidante, inclusive já existem estudos mostrando a eficácia desse tipo de aplicação em algumas doenças do couro cabeludo. Eu, pessoalmente, a utilizo e gosto muito do resultado.

Para este fim, de acordo com os estudos realizados, ela funciona de forma tópica, que inclusive é o que faço, só uso tópico e durante o período noturno.

Não temos ainda o produto tópico comercialmente pronto, portanto, para usá-la de forma tópica é necessário mandar manipular.

 

Uso oral vs. tópico

O uso da melatonina do ponto de vista oral, para tratar cabelos, é controverso.

Isso porque, só deveríamos fazer uso oral da melatonina quando viajamos, em caso de jet lag, ou, quando existe uma deficiência de melatonina, que pode ser devido ao organismo do indivíduo ou devido ao avanço da idade – algo que é possível de ser identificado pelos médicos do sono, que são especialistas nessa questão.

Nesses casos, portanto, é interessante utilizar a melatonina, pois ela vai regular o sono da pessoa.

É necessário, no entanto, consultar sobre o assunto, pois existe uma forma distinta de se administrar, já que tem toda uma diferença entre você dar a melatonina para quem tem deficiência de melatonina versus você administrar a melatonina para quem está com um jet lag devido ao fuso horário ou quem vai usar eventualmente a melatonina.

Quando utilizada devido ao fuso horário, por exemplo, ela é administrada próximo à hora de dormir, cerca de 10 a 15 minutos antes, já no escuro.

Já no caso de deficiência de melatonina, o indicado é tomar na hora que a melatonina começa a subir no sangue, que é aproximadamente no horário que o sol se põe e a noite começa.

 

Melatonina importada ou nacional?

Outro tópico importante a se tratar é sobre onde adquirir esse produto.

De acordo com o Dr. Cipolla, especialista no assunto, a melatonina que vem para o Brasil, nas farmácias de manipulação, é de excelente procedência, sendo melhor que a que é comprada em lojas de departamento nos EUA.

Acontece que, muitas vezes, a melatonina comercial está contaminada com produtos para dormir e outras substâncias, enquanto que a manipulada seria uma substância mais pura, pois é muito regulamentada.

Isso se deve ao fato de que, a melatonina que chega no Brasil via farmácia, tem regulamentação farmacêutica, e, quando ela vem via suplemento, a regulamentação é sobre comida, alimento, não passando pela ANVISA e não sendo avaliada. A própria FDA não avalia esse tipo de produto, que é deixado como produto livre, portanto, muitas vezes não são puros.

Um outro exemplo de produto que passa pelo mesmo problema é o Whey importado.  Por um lado, o gosto dos wheys importados é bem melhor, e por outro, nos nacionais, temos mais segurança das formulações que foram avaliadas, onde temos certeza do que tem lá dentro.

Portanto, opte pela manipulação do produto, mesmo em casos de uso oral!

 

Quais os tratamentos para a queda do cabelo?

Além do uso da melatonina, existem várias formas de tratamento: podem ser administrados medicamentos sistêmicos, tópicos, prescrito o uso de lâmpadas LED ou laserterapia, mas, antes de instituir qualquer um deles, o correto é procurar um dermatologista que encontra a causa da alopecia e iniciar o tratamento adequado para evitar agravamento do quadro.

Estou disponível para vídeo consultas enquanto durar a pandemia, e também atendo de forma presencial, no meu consultório no bairro Jardim Paulista, com horários espaçados e todos os cuidados necessários para garantir o bem estar dos pacientes nesse momento que estamos vivendo.

Se você quiser marcar uma consulta, você pode clicar aqui para entrar em contato!

Ou, se você quiser tirar dúvidas rápidas sobre cabelos ou outros assuntos dermatológicos, você pode comentar a sua dúvida aqui embaixo ou falar lá nas minhas redes sociais:

 

PS: Se esse é um tipo de conteúdo que te interessa, me segue lá no Instagram, onde posto muitas coisas legais!

Um beijo, e até a próxima!

Publicado por Dra. tatiana Gabbi

Gostou ? Compartilhe!

Sem Comentários

Deixe um Comentário