Falei sobre a síndrome das unhas fracas recentemente para a revista Claudia.

Nessa entrevista expliquei sobre as bases com formol e sobre aquelas que contêm aminoácidos, antioxidantes e fibras.

As bases com formol têm uma indicação precisa: unhas amolecidas, por curto período e sempre associadas à hidratação.

Já as bases com aminoácidos e fibras promovem um endurecimento imediato, porém passageiro das unhas.

Elas funcionam como um “calço” que dá suporte aos tijolinhos que formam as nossas unhas.

E as bases de formol promovem um aumento da espessura da unha, que só é interessante quando as unhas são finas e amolecidas.

Essa ação do formol se faz com perda de água, e isso piora ainda mais a fragilidade (ou seja, a descamação) das unhas.

Eu já falei sobre esse assunto aqui no blog. Leia mais aqui e aqui.

Para ler a reportagem da revista Claudia na íntegra, clique aqui.

LEIA MAIS