Notícias/Artigos

Blog

Vamos falar sobre micose?

Participo hoje de uma entrevista ao vivo na Boa Vontade TV, no programa Viver é Melhor. Achei que seria uma excelente oportunidade de explicar sobre a micose!

O que é a micose? Existem vários tipos?

Micose é uma infecção causada por fungos. No caso da pele, temos as micoses superficiais, as subcutâneas e as profundas. As superficiais são muito mais comuns e conhecidas popularmente como micose de pele e é disso que falaremos aqui. Para ficar mais fácil de entender, vamos dividir as micoses superficiais naquelas que infectam a pele, os cabelos e as unhas.

Micose de pele: também chamada pelo dermatologista de tinha; ela pode afetar o rosto e qualquer parte do corpo, mas é muito mais frequente nos pés, virilhas e axilas.

Micose de unha: geralmente presente nas unhas dos pés, depois de anos de existência da micose dos pés sem tratamento, mas pode surgir nas unhas das mãos também, com ou sem a presença de micose da mão.

Micose do cabelo: mais comum em crianças; há perda do cabelo em rodelas. Pode ou não cursar com inflamação no local.

O que causa a micose? Quais os fatores que favorecem?

Como já falamos, o que causa a micose são os fungos. Eles têm vários nomes diferentes, mas uma característica comum: se alimentam da proteína que forma pele, cabelo e unhas. Há também fungos oportunistas, que só conseguem nos atacar quando as condições favorecem. Em geral, aparecem quando há uma perda de imunidade do organismo ou do local que infectam.

Condições que favorecem:

Calor, umidade, barreira cutânea deficiente, oleosidade da pele (alguns fungos como os que causam pano branco, se beneficiam disso).

Prática de esportes coletivos

Doenças de pele presentes

Uso prolongado de algumas pomadas (como as que tem corticoide)

Presença de pessoas com micose no ambiente

Como o dermatologista faz o diagnóstico? Como eu suspeito que estou com isso?

O dermatologista é treinado para desconfiar de micose toda a vez que ele vê uma lesão vermelha e/ou descamativa, que apresenta características como delimitação, atividade maior na borda, padrão da descamação, presença ou não de prurido, localização e distribuição. Depois de desconfiar do diagnóstico ele pode pedir ou fazer um exame para confirmar isso. Este exame se chama MICOLÓGICO DIRETO e consiste em raspar a lesão e examinar diretamente no microscópio para verificar a presença dos fungos. Outro exame que pode ser solicitado é a CULTURA. Essas mesmas escamas obtidas na raspagem são colocadas em um meio apropriado e serão cultivadas e depois analisadas por um biólogo, para saber qual é o fungo causador daquela micose.

Algumas vezes a suspeita é tão forte que o médico já inicia o tratamento e marca um retorno para observar se houve sucesso. Em alguns casos, pode-se fazer o tratamento sem a necessidade de realizar o exame.

E o tratamento? Quero o nome da pomada!!

Nem todo o tratamento dermatológico é feito com pomadas. Um bom exemplo disso são justamente as micoses de unha e de cabelo. O tratamento bem sucedido exige – na maioria das vezes – o uso prolongado de medicações orais. Para saber mais sobre micose de unha acesse aqui e aqui. Já na micose da pele, é possível, usar tanto medicações orais como locais. Isso quem vai determinar é o médico dermatologista. E ele vai se basear na localização, tipo, extensão da doença e outros fatores, como outras doenças e remédios que o paciente já utiliza.

Parece super simples, mas na verdade não é! Iniciar um tratamento de algo que você não tem certeza do que é, com uma pomada que não foi receitada por um especialista pode prejudicar o diagnóstico e comprometer o sucesso do seu tratamento.

O que posso fazer então para evitar essas doenças?

  • Seque muito bem os pés após o banho
  • Troque suas meias diariamente
  • Procure não usar os mesmos sapatos todos os dias. Se isso for necessário, use talco antisséptico todas as noites, após retirá-los
  • Não ande descalço em vestiários e ginásios ou piscinas
  • Não empreste o seu material de unhas para outras pessoas; frequente bons salões
  • Se notar qualquer lesão estranha em você ou em alguém da sua família: vá ao médico dermatologista
Gostou ? Compartilhe!

2 Comentários

  • carolina vanni
    3 de agosto de 2018 at 20:43 Responder

    Ola, conheço uma pessoa que teve uma micose que demorou pra tratar e por conseguencia todos os pelos do corpo caiu e nunca mais cresceu, cabelo, cilios, sobrancelha, barba…tudo.
    Eu gostaria de saber que micose causa isso?

    1. dra. tatiana gabbi
      4 de agosto de 2018 at 10:32 Responder

      Olá tudo bem? Esse quadro deve ser a alopecia areata! Ótima sugestão Carol. Vou tratar sobre isso nos próximos posts! Obrigada

Deixe um Comentário