Muita gente até entende que a falta de sono pode comprometer a qualidade e a saúde da pele!

No entanto os cientistas estão convencidos de que o excesso também pode ser prejudicial e que 8 horas de sono seria o ponto ótimo dessa equação!!!

Muito bem.

Só que na correria do dia a dia, muitos sacrificam horas de sono para poderem dar conta de tudo o que precisam fazer.

Fora os óbvios prejuízos na atenção, concentração e memória, confira 3 problemas que podem surgir na sua pele quando você dorme menos do que precisa!

• Durante o sono, produzimos antioxidantes, nosso nível de cortisol (hormônio do estresse) cai e a pele se repara, produz colágeno, renova as células etc.

Portanto, não dormir direito leva a uma pele mais envelhecida.

• Tanto o excesso quanto a falta de sono podem levar à obesidade que, por sua vez, é um estado inflamatório que frequentemente se associa a doenças de pele, como a psoríase, por exemplo.

A obesidade também prejudica a absorção de nutrientes e pode atrapalhar a função das células que se dividem rapidamente, como cabelos e unhas.

Portanto você aumenta seu risco de piorar de doenças, como a psoríase e o vitiligo, e pode ter queda de cabelos e unhas frágeis.

• O aumento do estresse causado pela privação crônica de sono eleva o cortisol, que é responsável pela degradação do colágeno e redução da capacidade de defesa do organismo.

Ou seja, a sua pele tem maior risco de apresentar alterações, como dermatite seborreica ou caspa, herpes e acne.

E não para por aí!

Os malefícios causados por uma noite de sono mal dormida são muitos e se acumulam com o tempo.

Da próxima vez que usar o termo “sono da beleza”, lembre-se do quão verdadeira é essa expressão.

Não se esqueça: me siga no Instagram e fique de olho nos vídeos do IGTV e no stories.

LEIA MAIS